Educação Especial realiza formação para estagiários


Momento foi para relatar experiências vivenciadas nas escolas.
Educação Especial realiza formação para estagiários
TEXTO: Andressa Mota   FOTO: Andressa Mota

Os estagiários da Educação Especial de Viana relataram a experiência que vivem cotidianamente nas escolas do município. São eles os responsáveis por auxiliarem no cuidado com as crianças portadoras de alguma deficiência e que são atendias dentro do ambiente escolar.

Eles apresentaram, durante a formação nesta terça-feira (07), no auditório do Parque Rota das Garças, a rotina vivenciadasnas escolas onde atuam para os colegas. Para a gerente de Educação Especial da Secretaria de Educação, Esportes e Lazer, Gabriela Roncatti, “é muito emocionante e gratificante ver o trabalho dos estagiários, acompanhar a evolução deles enquanto profissionais e como pessoas”, afirmou.

Os alunos ficam na sala de Recurso de Atendimento Educacional Especializado (AEE) no contraturno, onde recebem dos estagiários os cuidados e estímulos para desenvolverem física e intelectualmente dentro da capacidade de cada um.

A formação dos estagiários começou em março deste ano e a conclusão do curso será no próximo dia 21 de novembro, onde os alunos vão receber um certificado de que realizaram o curso de 60 horas.

Gabriela destaca que o município de Viana é o único que dá certificado para os estagiários. “Para nós, da rede, é um orgulho ver os nossos futuros colegas se destacando nos concursos graças ao nosso incentivo e ao certificado que conta muito”, ressalta.

Estudo de Caso

Deise Léia Silva Barbosa é estagiária do aluno Poarã, de apenas sete anos, da EMEF João Paulo Sobrinho, bairro Areinha. Ela relata que o aluno é autista e tinha dificuldades motoras e muita agitação. “Quando eu o conheci ele era bem comprometido e não tinha desenvolvido a fala. Ele também era incapaz de cumprir uma rotina. Nós dois conseguimos muitos avanços. Poarã consegue colocar os chinelos sozinho e a mochila, atende quando eu o chamo, melhorou a coordenação motora e está desenvolvendo a fala, tentando falar “titia””, afirmou.

Quem conhece o João Carlos, da EMEF Adamastor Furtado, do bairro Universal, um gigante de 16 anos, e quase 1,80 de altura, sabe como ele é forte e como é doce. Ele tem um estagiário muito determinado que se chama Fábio Xavier. João tem autismo severo e por isso, poderia ser impossível seu avanço junto às pessoas. Mas Fábio, disposto a levar o João para “fora”, visitou a casa do aluno recriando o ambiente para que o menino ficasse à vontade. “Ele não socializava, ficava dentro da sala o tempo inteiro. Não tinha coordenação motora e era muito inquieto, não parava para observar nada”. O grande avanço relatado por Xavier foi conseguir que João ficasse por alguns mágicos instantes, olhando um álbum com fotos de carros, que é o que ele mais gosta.

Rafaela estuda na EMPEF Luís Lube em Piapitangui. Ela tem alguns comprometimentos motores por problemas de saúde. Thaís dos Santos Vilela conheceu uma menina cheia de vontade de viver, mas, que por causa da saúde frágil, faltava às aulas e não acompanhava os colegas. “A Rafaela tinha um atraso no desenvolvimento e por problemas motores, não conseguia escrever. Trabalhamos muito a coordenação motora dela e com o apoio dos colegas, da sua força de vontade estamos progredindo muito, ela está escrevendo e participando das aulas”, ressalta.

O carinhoso Andrei tem 12 anos e é um guerreiro. Nasceu prematuro e ainda bebê passou por muitas cirurgias. Conheceu a Yaslini Batista Alves e foi empatia imediata. Os avanços que essa dupla conseguiu são muito importantes para Andrei. “Ele não conseguia ir ao banheiro sozinho, agora está consegue ir ao banheiro e tem muito autonomia, está mais concentrado durante as aulas e muito mais participativo”, destaca.

Rômulo Simonassi relata que Tiago tem autismo e que o aluno tem mostrado alguns bons avanços no comportamento e na alfabetização. Tiago é aluno da EMEF Unisses dos Santos Filho, do bairro Morada de Bethânia. Esses relatos dão conta de que um trabalho desenvolvido por esses estagiários é uma forma de tirar a criança da inércia e trazer para o mundo.

Atendimento à população

Ouvidoria de Viana
Tels.: 0800 707 0001 / 27 2124-6706
E-mail: ouvidoria@viana.es.gov.br

Atendimento à imprensa
Secretaria de Comunicação, Cultura e Turismo | Jornalismo
Daniele Bolonha / Geiza Ardiçon / Andressa Mota / Augusto Sodré / Adeyvison Siqueira
Tels:  (27) 2124-6701/ Plantão Assessoria de Imprensa: (27) 99822 2540
E-mails:  comunicacao@viana.es.gov.br / secom@viana.es.gov.br

Viana nas redes sociais
Facebook: /prefeituradeviana
Instagram: @prefeituraviana

 




Siga e compartilhe
nas Redes Sociais

Facebook Youtube Instagram